Um guia de mensagens florais

Amor – A linguagem das Flores. Do encontro ao compromisso, por vezes passando por uma separação, as flores contam a história de uma relação amorosa. «Amo-te um pouco, muito, apaixonadamente, loucamente, nada?» Deixe que a linguagem das flores o guie na expressão dos seus sentimentos!

Rosa, a flor símbolo do amor

Embora existam algumas flores que signifiquem amor, há uma flor símbolo do amor na linguagem das flores.

Roa

A rosa é a flor símbolo do amor. Na mitologia grega, a rosa é associada a Afrodite, a deusa do amor. Segundo a lenda, Afrodite transformou rosas brancas em rosas vermelhas ao picar-se nos espinhos no momento em que Adónis, o seu amante, foi ferido de morte. E por isso, a rosa é a flor que significa amor eterno.

Para os romanos, Flora, deusa da primavera e das flores, pediu a outros deuses para transformar uma das suas ninfas que morrera em flor. Apolo deu a vida, Baco o néctar e Pomona o fruto. Para afugentar as abelhas, Cupido acertou-lhes com uma das suas setas, convertendo-as em espinhos, dando assim origem à rosa – uma flor que significa amor eterno.

Para o Cristianismo, a rosa simboliza a Virgem Maria, a pureza. É a flor símbolo do amor maternal.

Outras flores que signifiquem amor

Apesar de a rosa ser incontestavelmente a flor símbolo do amor, existem outras flores que signifiquem amor. Além de amor, as rosas vermelhas simbolizam eternidade, as tulipas traduzem erotismo e as orquídeas evocam luxo; os lírios rosa significam ternura, os cravos exprimem admiração e as margaridas lembram inocência; as astromélias manifestam amizade, as camélias afirmam fidelidade e as íris azuis expressam esperança; os lilases representam um novo amor na linguagem das flores.

Linguagem das flores

As flores falam por si

No Amor, a linguagem das flores é poderosa. Descubra as flores que melhor expressam as suas intenções e sentimentos.

As flores do encontro: rosa branca, prímula, gladíolo

Rosa branca - Linguagem das flores

Na linguagem das flores, o encontro amoroso é associado às primeiras flores da primavera. A prímula ou a gota de neve transmitem os primeiros arrepios de amor com graça e delicadeza.

Num bouquet, este romance florescente é simbolizado pela elegante rosa branca. É uma presença floral incontornável nas grandes cerimónias como os casamentos. Esta flor expressa essencialmente inocência e pureza.

Os pretendentes mais impacientes, contudo, oferecerão o gladíolo, cujo nome tem origem no latim gladius em alusão às suas folhas em forma de espada. Com as suas imponentes pétalas e cores cintilantes, esta flor anuncia grandes aventuras.

Menos ousado, o lilás lança um convite mais subtil para descobrir as alegrias do amor. A sua fragrância encantadora irá cativar a pessoa desejada sugerindo uma relação fiel e duradoura.

As flores da conquista: rosa rosa, amarílis, gerbera

Gerbera

A conquista amorosa é historicamente representada pela rosa rosa. Imagem floral de ternura e sedução, a rosa enaltece a beleza e a feminilidade. Quanto mais forte o tom de rosa, mais sensual é o convite.

Outro elogio feminino, a amarílis é generosa e irresistível. Com uma intenção erótica expressa claramente: «Não me resistes!»

Quando se trata de conquista, as flores não poupam elogios. O ranúnculo, brilhante e espetacular, expressa admiração.

A glicínia envia mensagens inequívocas de confiança.

Em caso de amor à primeira vista, a conquista é confiada à gerbera. Relativamente recente no mundo floral, esta flor alegre e moderna traz o sol para a conquista do amor: «Iluminas a minha vida!»

As flores da declaração: rosa vermelha, tulipa, dália

Tulipa vermelha - Linguagem das flores

Etapa crucial na relação amorosa, a declaração é liderada pela própria rainha das flores. Oferecer rosas vermelhas expressa uma mensagem poderosa e explícita: «Amo-te loucamente!»

Com o mesmo simbolismo da rosa e as suas pétalas em vermelho, a tulipa transmite sentimentos com grande naturalidade e uma pitada de erotismo.

Numa abordagem mais radiosa e apaixonada, o girassol simboliza brilhantemente a declaração de amor. Nativo do Peru, onde foi venerado pelos Incas, declara com orgulho e convicção: «És o Sol da minha vida!»

Algumas flores permitem declarações mais subtis. Os românticos irão preferir a teatral camélia, enquanto os mais ousados irão declarar o seu amor com a generosa e vistosa dália.

As flores da rutura: rosa amarela, crisântemo, colchico

Crisântemo

Uma mensagem de rutura é normalmente associada à rosa amarela, o que seria um reconhecimento de traição ou infidelidade. Este simbolismo deve ser tratado com cuidado, pois não há nada na linguagem das flores que lhe atribua esta função fatal.

O fim de uma relação, porém, é claramente indicado pelo crisântemo, que também está associado ao luto na sociedade ocidental. Quanto mais escuras forem as cores desta flor complexa, mais irremediável será a intenção de se separar.

O reconhecimento de infidelidade é atribuído à frívola ancólia. Associada à loucura desde a Idade Média, esta flor inconstante com as suas cores melancólicas exprime mentiras e inconstância: «Perdi a cabeça!»

Mais geralmente, o desgosto amoroso é representado por flores colhidas no final do verão, como o colchico.

No registo de lágrimas e ciúmes, o prémio vegetal vai para a calêndula, ligado à dor desde a Antiguidade.

As flores do amor e da reconciliação: antúrio, jacinto, lírio

Antúrio vermelho - Linguagem das flores

Os prazeres do amor são anunciados com exotismo. Com o seu pistilo orgulhosamente ereto, o antúrio é um convite explícito ao desejo carnal.

Árum, hibisco e jasmim são também um convite para viajar.

Mais ocidentais, a leveza dos jacintos e dos narcisos prometem novas aventuras primaveris. Ambos se aproximam do amor físico com felicidade, ardor e êxtase: «Comigo, conhecerás a voluptuosidade!»

Após uma rutura, a reconciliação é selada com um raminho de lírio do vale. O lírio do vale é uma flor da sorte por excelência, simbolizando o amor reencontrado. O seu aroma lânguido elogia a beleza do corpo: «És desejável!»

Num estilo mais virtuoso, o lírio exprime também o prazer do amor ou da reconciliação. Mas a flor de reis e santos não é tão piedosa como parece, uma vez que o lírio também encarna amores secretos e impossíveis.

As flores do compromisso: peónia, oliveira, magnólia

Peónia

Na Ásia, a peónia é a rainha das flores! Representante de abundância e serenidade, a peónia é um testemunho tranquilizador de amor e compromisso. Esta flor, com o seu poder protetor, está muito presente nos arranjos florais dos casamentos.

Num contexto quase religioso, a oliveira transmite também esta imagem de paz e sabedoria. No casal, retrata felicidade, prosperidade e fertilidade. É oferecido simbolicamente após uma discussão ou um período de conflito.

Na linguagem das flores, muitas flores expressam intensamente a fidelidade e a paz no lar. Desde a magnólia eterna até aos ternos cíclames, a lealdade está no ar com a alfazema, que combina amor com respeito.

O que dizem as flores!

Flores para um encontro:
centáurea, buganvília, gladíolo, hortência, lilás, gota de neve, flor-de-pessegueiro, pervinca, prímula, rosa branca.

Flores para um amor à primeira vista:
coreópsis, cupidónia, figo-da-Índia, gerbera, papoila, beldroega, rododendro.

Flores para conquistar a pessoa que ama:
acácia, amarílis, cosmos, crocos, dáfne, glicínia, heléboro, flor-da-paixão, flor-de-macieira, ranúnculo, rosa rosa.

Flores para declarar o seu amor:
ananás, anémona, camélia, capuchinha, dália, gardénia, gerânio, gloriosa, margarida, maravilha, rosa vermelha, girassol, tulipa.

Flores para expressar um amor secreto ou impossível:
fisális, campânula, cesta-de-ouro, hissopo, juliana-dos-jardins, louro, lírio, escabiosa, violeta.

Flores que exprimem o prazer de amar:
antúrio, árum, rainha da noite, celósia, madressilva, cimbídio, helicónia, hibisco, jacinto, jasmim, narciso, orquídea, flor de tiaré.

Flores do compromisso amoroso:
hera, muscari, cravo, flor-de-laranjeira, peónia, rosa laranja, verbena.

Flores da rutura:
adónis, columbina, crisântemo, colchico, eglantina ou roseira brava, genciana, miosótis, nenúfar ou lírio de água, calêndula.

Flores da reconciliação e do amor eterno:
urze, flor-de-limoeiro, cíclame, frésia, goivo, íris, alfazema, magnólia, mimosa, lírio do vale, oliveira, aveleira, rosmaninho.

Dejar una respuesta