A anémona, é uma flor magnífica que espalha as suas sementes emplumadas ao vento. Refúgio nas histórias de fadas, a anémona, é uma flor é uma verdadeira sedutora quando a primavera chega. Quando florescem as anémonas? Como cuidar das anémonas? Descubra estas flores de primavera, tão apreciadas pela sua delicada floração!

Caraterísticas da anémona

As anémonas dão-se bem nas zonas temperadas e frias do hemisfério norte. A anémona, é uma flor perene que pertence à família Ranunculaceae. Consoante a variedade, prefere meia-sombra ou sol e embeleza os terraços e os jardins. Na natureza, a anémona, é uma flor cresce nos bosques e pode ser facilmente encontrada ao longo de uma caminhada.

Anémonas

A anémona, é uma flor em forma de taça com uma floração que apresenta pétalas em muitas cores: anémonas vermelhas, brancas, rosadas, amarelas e violetas. As variedades mais populares são:

  • As anémonas dos floristasanemone coronária – florescem em maio e junho e apresentam anémonas vermelhas, roxas, azuis, em tons rosados e brancas.
  • Florescendo desde agosto até às primeiras geadas do outono, as anémonas japonesas ou anémonas do Japãoanemone hupehensis – oferecem anémonas vermelhas, em tons rosados e brancas.
  • As anémonas dos bosques ou anemone nemorosa são uma variedade rústica com floração branca, em tons rosados ou azuis que resiste a temperaturas negativas que podem chegar a -25°C. Florescem em abril e maio em zonas sombreadas e a sua folhagem densa cobre o solo.

A origem e a história

Foi no seu regresso de uma viagem a Constantinopla, no final do século XVII, que um botânico de nome Bachelier introduziu as primeiras sementes de anémona em França. Mas, Bachelier não era um botânico generoso e cultivava as anémonas ciosamente apenas no seu próprio jardim. Foi um membro do parlamento da época que durante uma visita ao botânico esfregou as suas roupas de lã inadvertidamente que libertou a anémona do seu jardim.

As anémonas conquistaram os corações dos parisienses em pouco tempo. Flores de coleção no Reino Unido, estas plantas tornaram-se as preferidas dos cultivadores normandos. No século XIX, havia mais de mil variedades, com coloridos desde o branco puro aos tons de púrpura, passando pelos tons rosados e o violeta. Entre as mais conhecidas, a famosa «anémona de Caen» ou «maravilha de Caen» distingue-se por uma altura notável com cerca de 40cm e uma folhagem particularmente serrilhada.

Significado na linguagem das flores

Anémona, a Flor do Vento

Anémona, a Flor do Vento. A palavra anémona tem origem na Grécia Antiga. Anemos era o deus do vento e anemone traduz a palavra em «filha de Anemos». Por isso, a anémona, era uma flor conhecida como a «filha do vento».

Na mitologia, Zéfiro, deus dos ventos, apaixonou-se por uma ninfa – Anémona – que teria sido transformada em flor pela sua esposa ciumenta.

Na Antiguidade, a anémona, era uma flor associada a Adónis, cujo mito é também um dos mais tempestuosos! Adónis, cortejado tanto pela deusa do amor – Afrodite –, como pela rainha dos mortos – Perséfone –, que travavam uma guerra impiedosa entre elas, foi condenado por Zeus. Ao chorar a sua morte, as lágrimas de Afrodite transformaram-se em anémonas.

É surpreendente descobrir como através do tempo, ou em diferentes culturas, o significado das flores muda. Para os vitorianos, a anémona, era uma flor que simbolizava um amor renunciado, abandonado. Os egípcios e os chineses consideravam que as anémonas eram um símbolo de doença, devido à sua coloração. Mas, para os camponeses europeus a anémona, era uma flor usada para afastar as doenças e o mal.

Atualmente, a anémona representa um amor intenso, mas frágil, efémero ou ameaçado. Em algumas histórias, a anémona, é uma flor de refúgio para as fadas.

Cultivo e cuidados : a anémona no jardim

A anémona, é uma flor que pode ser cultivada num vaso ou diretamente na terra do jardim. É uma planta fácil de cuidar e alegra as varandas, terraços e jardins.

Anémonas

Plantação

A anémona, é uma flor muito facilmente encontrada em vasos ou bolbos. Deve ser plantada ou re-plantada na primavera em solo leve e bem drenado porque a água estagnada apodrece rapidamente as suas raízes. Para evitar o excesso de água, pode ser adicionada areia ao substrato.

Floração

Estas plantas florescem na primavera, no verão ou no outono. O período de floração das anémonas depende principalmente das variedades que plantar e da quantidade de luz solar incidente no local que escolher.

Poda

Como é uma planta bolbosa, deve podar a anémona apenas quando todas as flores e folhagem tiverem murchado completamente porque a planta recolhe energia das folhas e caules antes de entrar em dormência durante o inverno. É por isso que deve podar as suas anémonas no final do outono ou início do inverno, cortando a planta até ao solo.

Doenças e pragas

As anémonas são plantas resistentes e receiam pouco as doenças e pragas. No entanto, podem ser contaminadas pela ferrugem e pelo míldio se o grau de humidade for demasiado elevado. Nesse caso, terá de tratar as plantas com um agente antifúngico.

Anémona, cuidados com a flor cortada

Anémona, a Flor do Vento

Tem um arranjo de anémonas? Um bouquet de anémonas pode durar mais tempo numa jarra com água, se assegurar os cuidados adequados. Siga alguns cuidados simples para desfrutar do seu ramo de anémonas durante mais tempo.

Nutrientes – Ponha o seu bouquet numa jarra limpa cheia com água à temperatura ambiente. Misture uma saqueta de nutrientes para flores cortadas na água seguindo a dosagem aconselhada. Mude a água com frequência, de três em três dias.

Corte – Conserve as suas flores regularmente. Para não apodrecerem, retire a folhagem que tocar na água. Corte os caules na diagonal aproximadamente 1 a 3 centímetros.

Luz e localização – Mantenha a sua jarra num lugar fresco e luminoso protegido da luz solar direta, de fontes de calor e de correntes de ar.

A anémona, é uma flor maravilhosa de aspeto delicado que embeleza as composições florais. Para mostrar o seu afeto, envie flores ao domicílio em apenas alguns cliques!

Dejar una respuesta