As margaridas, com as suas pétalas brancas que envolvem um centro amarelo, lembram-nos a Primavera quente e luminosa. Esta combinação de cores dá uma alegria e uma paz quase impossível de obter de outra forma. Uma planta fácil de cuidar que enche de luz qualquer espaço em nossa casa, seja no interior ou ao ar livre. Há muitas crenças e costumes relacionados com a flor margarida; na Interflora contamos-lhe algumas curiosidades que o surpreenderão.

8 curiosidades sobre a Margarida

1 – Origem da Flor Margarida

É uma planta perene herbácea de origem europeu e pertence à família das flores asteráceas, tal como os girassóis. Isto significa que ambos têm necessidades muito semelhantes e praticamente os mesmos cuidados. Assim, são espécies com necessidades e cuidados semelhantes que crescem em habitats muito semelhantes. A grande diferença entre as duas flores é que a margarida não produz sementes. O seu nome científico é Bellis perennis.

2 – Etimologia de Margarida

O português adotou a palavra do latim «margarita» que, por sua vez, vem do grego «margarites» que significa «pérola». Nos tempos medievais, os romanos chamavam à flor «solis oculus», ou seja, «olhos de sol». O termo foi traduzido para o inglês arcaico como «Daes eage» – «olho do dia» – que evoluiu para o nome atual «daisy». A voz inglesa refere-se à forma como as margaridas fecham as pétalas à noite e as abrem no dia seguinte.

3 – As margaridas estimulam a polinização

As margaridas, ao contrário das orquídeas, não precisam de «enganar» as abelhas para a polinização; com seu maravilhoso e marcante disco floral são capazes de atrair abelhas muito facilmente.

4 – Significado segundo a cor da Margarida

A cor que predomina na margarida é o branco, que reflete pureza e esperança, ao passo que amarelo e laranja é sinal de lealdade à pessoa a quem a damos, e vermelho e rosa são sinónimo de amor.

5 – Uma flor resistente

As suas características e propriedades permitem às margaridas sobreviverem em qualquer ambiente. Podem ser apreciadas como plantas de interior ou exterior e requerem cuidados simples: muito sol, rega frequente e temperatura quente, ainda que as suas folhas sempre verdes as tornem muito resistentes ao calor e ao frio.

6 – O jogo de tirar as pétalas às Margaridas

Quem nunca jogou «ama-me, não me ama»? Um jogo para amantes que consiste em remover as pétalas uma a uma alternando as palavras «ama-me» e «não me ama» cada vez que tiramos uma. Diz-se que o que é dito na última pétala indicará a resposta à sua pergunta.

7 – Uma crença medieval

Se uma donzela estivesse curiosa para saber quando casaria, arrancava um punhado de margaridas com os olhos fechados e o número de botões abertos indicava quantos anos lhe restavam para casar. Eles também costumavam usar grinaldas de margaridas no cabelo enquanto os ousados cavalheiros lutavam por elas. Costumava acontecer que, antes do início destes torneios, a donzela dava uma das suas margaridas ao seu amado, colocando-a debaixo da sua armadura e perto do seu coração, como sinal de amor e boa sorte.

8 – Tipos de Margaridas

Atualmente, são conhecidas mais de 20.000 espécies diferentes de margaridas. Esta flor, assim como a orquídea, são possivelmente as plantas com o maior número de espécies que existem no nosso planeta.

A Flor Margarida e as suas aplicações

  • As pétalas desta flor são comestíveis e são normalmente usadas em saladas ou infusões. As frescas têm um sabor doce com um toque amargo, que amacia quando cozinhadas. As pétalas também podem ser usadas para decorar bolos e tartes.
  • Geralmente as lesões cutâneas podem ser tratadas com a aplicação de margaridas, uma vez que têm propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes. Por exemplo, pode ser usado contra acne, bolhas ou queimaduras.
  • Um grande número de cosméticos contém ingredientes desta planta.
  • Para dores de garganta ou problemas intestinais, recomenda-se tomar chá de Margarida. Também pode ser utilizado para limpar o fígado e os rins.

Com a Interflora, pode oferecer uma bela composição de margaridas como sinal de amor e afeto, como por exemplo o nosso bouquet clássico de Margaridas brancas, Quartzo, ou o cabaz Madeira, composto com Margaridas cor-de-laranja.

Dejar una respuesta